LONGAN-FRUTA EXÓTICA

0
LONGAN
FRUTA EXÓTICA


Um agricultor de Ribeirão Preto, São Paulo, vem se destacando no cultivo.
A frutinha amarronzada tem polpa doce e suculenta e é parente da lichia.








A longan é conhecida como o “olho do dragão”, e quando se abre uma dessas frutinhas a gente logo percebe o porquê.
Da família da lichia, elas são muito parecidas, com uma cor quase transparente e uma polpa macia e suculenta envolvendo a semente. O que diferencia uma fruta da outra é que a longan tem uma casca marrom e mais lisa que a da longan.
Com estes atributos, ela tem diversas finalidades na culinária asiática, desde sopas, comidas agridoces e até sobremesas. A forma mais comum por lá é a enlatada, utilizada para fazer refrescos. Por aqui, ainda costuma-se consumir como a maioria das frutas, fresca ou seca.
Com pouquíssimas calorias, apenas 61 em 100 gramas, tem um valor nutricional que não deixa a desejar, possui vitamina C, vitaminas do complexo B (B1, B2 e B3) além dos minerais cálcio, ferro, magnésio, fósforo e potássio.
Você pode armazenar a longan de duas formas: na geladeira por até duas semanas, ou no freezer por até um ano, em recipiente próprio para armazenamento, sempre com a casca.

Medicina chinesaNa Ásia, a polpa fresca é utilizada para tratar febres e problemas estomacais. Desidratada, é utilizada para insônia. As folhas da planta são ricas em quercetina, conhecida pelas propriedades antialérgicas e antiinflamatórias. Ajuda na prevenção de câncer e até doenças cardiovasculares.

A sementeComo grande parte da produção da longan é comercializada enlatada, começou-se a estudar a composição das sementes, ricas em compostos fenólicos. Os principais são: o ácido elágico, o ácido gálico e a corilagina. A corilagina é o mais abundante dos três e tem apresentado resultados eficazes no tratamento de celulite. Estudos têm mostrado que a corilagina impede o crescimento do tecido adiposo por inibir um tipo específico de adipocina, proteína responsável por ativar fatores de inflamação.

Composta principalmente por carboidratos, gorduras, cálcio, proteínas, vitamina C, A, B1 e B2, o olho de dragão também é uma grande fonte de ferro e potássio – por isso, é bastante utilizado na China para combater e prevenir a anemia em crianças.
Quando está fresca, a fruta é adocicada e lembra o sabor do melão. Nesse estado, é indicada para reduzir febres. A fruta seca, por outro lado, ajuda a acabar com a insônia. Em suas folhas, a longan contém antioxidantes como a quercitina, que ajuda a prevenir o envelhecimento precoce das células, e substâncias antivirais, que ajudam a combater a aliviar os sintomas de gripes e resfriados. Além disso, o olho de dragão ainda conta com propriedade calmantes e tonificantes.


0 comentários: